fbpx

Sem tempo para ler?
Clique no player abaixo e escute:

Quando o assunto são pequenas e médias empresas a maioria entra em um estágio de inércia após a sua maturidade que muitas vezes é o suficiente para ser abalada facilmente por uma crise externa, como a que estamos vivendo agora.

Já não é segredo para ninguém que em 2020 vamos viver uma das maiores crises de todos os tempos, e que alguns dos maiores impactos serão entre os pequenos e médios empresários.

Por isso, antes de mais nada, mantenha a calma.

Não se desesperar e analisar o cenário deve ser a sua prioridade.

Tendo em vista que a atual situação que vivemos já é um fato, o que nos resta é decifrar o meio em que estamos inseridos e planejar para seguirmos adiante.

Antes de mais nada, é importante algo ficar muito claro para você: “Crises não são feitas apenas de prejuízos”. Pode parece estranho, mas, com elas, chegam as oportunidades, que na maioria das vezes não são de mercado e sim de você rever os processo dentro da sua empresa.

Agora vamos falar do que realmente interessa: o impacto que essa crise pode causar no seu negócio.

Um dos fatores determinantes para o tamanho do impacto que este momento terá em seu negócio é o quão planejado você estava para ele, por mais que isso seja óbvio, muita gente ainda leva o planejamento como tempo perdido.

Então, se você faz parte deste seleto grupo que não planeja, é chegada a hora perfeita para mudar.

Para te ajudar no guinar desta fase, vou pontuar algumas coisas que você pode incluir em sua rotina administrativa, para além do balanço de caixa.

E acredite, isso vai fazer muita diferença na sua empresa

Observe os seus clientes: Agora não é hora de tentar vender, até porque a maioria das pessoas não está disposta a comprar produtos que não sejam de primeira necessidade. Então, aproveite o tempo que vai sobrar para mapear o seu público.

Se você nunca fez esse tipo de processo, comece pelo básico, construindo uma planilha no Excel com os dados que podem te ajudar a vender de uma forma mais otimizada no futuro.

Ex.: Nome/Telefone/Idade/Gênero/Endereço/Periodo de compra/Forma de pagamento

Todos esses dados podem parecer irrelevantes, mas, em tempos de crise, saber quem é o seu cliente pode valer ouro.

Como você pode ajudar o seu cliente a resolver o problema dele: Olhe para todo seu catálogo de produtos, talvez por o mercado estar mudando, alguns dos itens presentes podem se tornar obsoletos, o que abre margem para outros produtos serem criados. Seu cadastro de clientes é um aliado poderoso para isso acontecer.

Reavalie a sua comunicação: Faça um pente fino avaliando os meios e resultados que cada meio tem levado para o seu negócio. Depois disso, dê a manutenção necessária para sua marca. Otimize o seu capital, deixar de investir em comunicação não é uma boa opção para esse momento.

Seguindo esses passos, você terá o necessário para se manter sempre atento para crises futuras e passar por elas com os impactos reduzidos.

Hoje, mais do que nunca, o planejamento tornou-se um pilar fundamental para a solidez de uma empresa, independente do seu tamanho.

Não há mais tempo para negligenciar essa área, é hora de deixar o imediatismo de lado e começar a tomar decisões para o futuro.

O mundo já não é mais o mesmo.

2 thoughts on “Transformando a crise em planejamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *