fbpx

Autor: Rafael Eleotério

Planejamento além de ser sobre pessoas, é sobre transparência, não tenha medo de reportar resultados negativos de ações, que você, achou que teriam ótimos resultados.

Nesse texto vou tomar a liberdade de começar por onde acho mais importante, para poupar seu tempo, até por que está tudo uma loucura, acho que a maioria de vocês não tem tido tempo para perder: Tenha medo de não apresentar relatórios, sempre.

Pronto! Se você quiser você já pode parar por aqui, se não, vou me permitir falar um pouco mais sobre ser franco com seus clientes e com você.

Infelizmente, temos cada dia mais, vivido dentro de uma aura nefasta de perfeccionismo, que além de extremamente tóxica para o meio, tem gerado um vício de processo altamente prejudicial para os envolvidos: o falso relatório ou a ausência de relatório, o que no fim das contas acaba sendo a mesma coisa.

Mas vamos lá, caso você não tenha familiaridade com esse tipo de material, vou tentar ser mais claro para te explicar como eles são:

O falso relatório na grande maioria das vezes é composto de um layout bonito com números bonitos e gerados por alguma ferramenta do momento que no fim das contas não te levam a lugar algum, na grande maioria das vezes. Já diferente do relatório falso, a ausência de relatórios é óbvia, como o próprio nome sugere, não existem relatórios e no fim das contas todo mundo fica no escuro sem saber para onde está indo.

Diferente do que a maioria das pessoas te diz, você pode errar! O que você não pode fazer, em hipótese alguma, é ocultar esse erro. Essa é uma das partes fundamentais de todo planejamento, afinal de contas, estamos lidando com uma ciência humana, tentando prever o comportamento de um ser ao receber determinado estímulo visual.

O segredo de a cada dia ficar mais próximo do acerto, ou melhor, conhecer seu público é justamente analisar o erro, não tem outro jeito.

É admitir que a sua comunicação estava errada e que nem sempre o seu público quer consumir algo extremamente complexo e cheio de linguagem semiótica.

É admitir que a rede que todo mundo usa, pode não ser onde o seu público está.

Que a verba investida na campanha foi toda perdida, por que não teve o engajamento esperado.

É difícil constatar isso?
MUITO!


Mas é preciso, porque na maioria das vezes você é o único que está vendo isso e guardar para si, não torna o erro menor, só faz dele ainda mais irresponsável. Todos nós, alguma vez, já cedemos à tentação de uma relatório frio, mas está na hora de sermos francos com todos os envolvidos e deixar de ocultar o que os dados mostram.

Além de ser seu papel mostrar o que deu errado, é seu papel conscientizar o seu cliente do seu real papel junto dele. E nesse ponto, espero do fundo do meu coração que vocês tenham traçado um objetivo, porque se não meu amigo, nem deus pode te salvar, quem dirá um relatório.

One thought on “Seja franco com o seu cliente e principalmente com você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *