fbpx

Alguns têm chamado de pandemia, outros de crise, eu vou chamar de Intensivo de Reorganização Forçada, já que nem você, ou eu, temos escolha de fazer parte, ou não. Já somos o todo.

Como todo bom e velho problema, isso tudo começou bem pequeno, contido em uma “cidadezinha” no meio da China, chamada Wuhan.

Confesso que até o dado momento, nunca tinha ouvido falar de tal província oriental. Mas vamos lá, dando sequência ao nosso raciocínio: a humanidade por sua vez, de boa gestora da terra que é, começou a negligenciar o pequeno problema, que não demorou muito a atingir a maturidade e virar uma crise mundial.

Sejamos francos, guardadas devidas proporções, isso não o mesmo que  você faz quando o seu balanço de fim de dia não bate e você não procura saber onde está o erro, ou então, quando algum cliente crítica a sua marca e você finge que não viu, ou faz algo ainda pior, responde o seu cliente como se ele fosse um “louco” e sua empresa fosse a mais perfeita.

Pois é meus caros, aqui está a receita para um Intensivo de Reorganização Forçada.

Problema + Negligência = Crise

Agora que já fazemos parte do todo, como saímos dessa?

Antes de mais nada, lavando as mãos e ficando em casa.

Felizmente para uns, infelizmente para outros, a solução dessa equação pode ser dada por uma única palavra, Analisar.

Problema + Negligência = Crise

——————————————-

Analisar

Definitivamente não é hora de vender mais, foque na manutenção da sua marca e evite oferecer algo que o seu público não queria consumir nesse momento.

Redistribua sua força de crescimento de vendas para uma ouvidoria de público.

Se agora não é hora de vender, isso nos coloca na posição de sondagem do nossos ativos.

  • O que eles estão precisando;
  • O falam da gente;
  • O que esperam de nós.

Estas são apenas três perguntas, você pode incluir a pergunta que achar necessária para mapear o seu público e sua jornada.

Feito isso, veja como sua marca pode ajudar.

Chega de vender gelo para esquimós!

Se você está se perguntando: Como fazer isso?

Simples! Converse com eles pelo canal que foi mais fácil, rápido e já estiver aberto.

Por mais que você não tenha escolhido fazer parte do Intensivo de Reorganização Forçada, só existe uma verdade, o exame final está cada dia mais próximo e diferente dos outros cursos tradicionais, ele não vale de 0 a 10 ou de A até E.

Ele vale a sua permanência no mercado.

A escolha é sua, reprovar ou planejar!

PS: Se você ainda está se perguntando: Por que esse é o melhor intensivo que você não se matriculou? É mais um sinal de que você precisa se planejar.

One thought on “O melhor intensivo que você não se matriculou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *