fbpx

Não é de hoje que tem se dito que planejamento precisa ter começo meio e fim, mas também não é de hoje que é sabido que a maioria dos contratos, principalmente os de agências, são moldados pela boa e velha (mais velha que boa) cartilha do Fee Mensal em conjunto com a Comissão por Contratação de Mídia.

E como já era esperado, tudo isso estão com seus dias contados, já que a cada dia que passa os meios simplificam a contratação de mídia pelo anunciante, para alegria de uns e desespero de outros.

Se você, como eu, começou nesse modelo fadado ao fim, é hora de repensar os moldes do seu negócio, antes que seja tarde demais.

Logo que terminei minha graduação optei por não partir em direção ao movimentos natural da maioria dos meu colegas de classe, ir para capital tentar tirar a sorte grande. Resolvi tentar a sorte por aqui, onde moro, isso podia não ser tão glamuroso, mas com certeza era bem mais tranquilo, já que eu não levaria 3 horas para chegar ao trabalho.

Como o esperado os primeiros contratos da agência foram todos em regime recorrente de fee mensal, com o passar do tempo era visível a queda de engajamento entre os dois pontos de trabalho o contratante e o contratado gerando uma insatisfação mútua.

O porquê?

Faltava meio e fim! Afinal de contas, o começo era só o que a gente tinha.

Ao começar a sentir os primeiros sintomas dessa síndrome, comecei a estudar formas de remediar o quanto antes e ver o que poderia ser feito sem ter grandes impactos na minha estrutura de trabalho.

Não demorou muito para eu constatar que o fee mensal era um dos maiores vilões do planejamento de começo e fim, o fee se mal gerenciado é uma das maiores ciladas para te levarem ao fracasso de um planejamento.

Mas bem, vamos as possíveis soluções, ou as que me ajudaram a começar a contornar essa crise.

Antes de mais nada, se isso está acontecendo na sua agência ou consultoria, seja sincero com o seu cliente e relate o ocorrido. Planejamento tem que ser claro e objetivo.

Depois disso, forneça ao seu cliente soluções para o seu contrato com ele, por aqui foram duas que me ajudaram.

A primeira opção era o manter o contrato atual e adotarmos a fragmentação dos objetivos da empresa, o que por sua vez nada mais é que um planejamento, mas isso faz com que as coisas fiquem mais fáceis de serem acompanhadas e finalizadas.

A segunda opção era uma rescisão do contrato atual e a adoção de um novo em regime de demandas detalhadas com começo, meio e fim.

Independente do estágio que você se encontra, assuma uma máxima: Planejamento precisa de começo, meio e fim e projetos sem fim só vão fazer com que sua equipe percam o engajamento com o projeto.

E mais importante que a segurança de um cliente recorrente, é a sensação de dever cumprido.

One thought on “Fee mensal é bom, mas projeto com fim é muito melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *