Como escolher a metodologia ideal?

Quais metodologias você usa atualmente?

Em um bom planejamento estratégico de comunicação e marketing existem inúmeros tópicos e práticas rotineiras pré-estabelecidas por grandes estrategistas do mercado. Em especial práticas que buscam desenvolvimento de marca, análise de mercado e concorrência, estratégias competitivas e etc.. 

Um bom exemplo seria a Matriz SWOT, abordada no módulo 7 do Digital Planners. Uo as 5 forças de Porter. Metodologias distantes porém complementares. 

Dentre estas práticas e rotinas, está a habilidade de identificar quais métodos serão utilizados em um planejamento. Quais metodologias serão mais coerentes e assertivas para cada caso.

Em resumo: quais metodologias vou usar no planejamento.

Levando em consideração que estamos falando de um mercado extremamente democrático, onde novos participantes tendem a se aventurar com frequência, é muito comum que nos deparemos com planejamentos cada vez mais centrados em métodos ágeis.

Métodos ágeis são extremamente relevantes se usados em seu devido lugar no planejamento.

A dúvida sobre qual metodologia usar é mais comum do que parece e não, não deve ser resolvida de maneira simplista.

Ao escolher métodos equivocados, você estará comprometendo não apenas o resultado final planejado, como também colocará todas as pessoas envolvidas no processo em dúvida podendo gerar uma série de problemas graves para seu cliente. 

A importância e o motivo da metodologia no planejamento

fonte: ofuturodoplanejamento.com

Os 3 erros mais comuns ao escolher o método errado.

1 – O mercado tá usando, vou usar

Usar metodologias apenas porque o mercado está colocando em evidência. Seguir o fluxo pode ser o principal e mais grave dos erros. 

Não é porque a a empresa X ou Y está usando e dizendo que funciona, que vai funcionar para você.

Cada planejamento é único e cada caso precisa ser resolvido de maneira particular. 

Repetir jargões e querer fazer parte de grupos do mercado é um comportamento comum e, neste caso, imaturo.


A não ser que todos os segmentos e clientes tenham o mesmo problema para resolver, não adote uma metodologia só porque o mercado diz que funciona. 

2 – Usar muitas metodologias

É bem provável que se você está envolvido em alguma camada na profissão de comunicação, em especial a que enfatiza estratégia no ambiente online, deva ter cometido este equívoco. 
Um planejamento com muitas metodologias tende a ser um planejamento sem real foco no objetivo. Este é um erro comum e a culpa pode ser depositada no “FOMO” (fear of missing out) que todos nós temos um pouco.

O fomo mais comum acontece na entrega de relatórios parciais, onde a pessoa responsável, por insegurança, tende a criar relatórios com todos os números possíveis com medo de perder algo.

3- Não categorizar as metodologias por etapas

Todo planejamento estratégico que se preze, precisa ser desenvolvido seguindo a lógica geral e estrutural em ações a curto, médio e longo prazo. 

Categorizar as metodologias escolhidas entre essas fases vai otimizar e dar muito mais maturidade nas tomadas de decisões futuras tanto do lado do planejador quanto do lado do cliente. 

Na imagem abaixo, finalizando o nosso conteúdo, mostro um material desenvolvido para ofuturodoplanejamento.com sobre como organizar em 3 blocos: ágeis, gerenciáveis e atemporais em conjunto com as fases do planejamento.

fonte: ofuturodoplanejamento.com

Se você lei até aqui, muito obrigado pela sua atenção e até o próximo conteúdo. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *